Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FarmacyCoach

Bem-Vindo ao meu Blog de Dicas de Saúde e Qualidade de Vida!

Retalhos da Vida de uma Farmacêutica - Sou Mulher Mãe Sonhadora!

mae sonhadora.jpg

 

Toda a Mulher é Sonhadora! Toda a Mulher é Lutadora!
  
Toda a Mulher Mãe é Sonhadora! 
Toda a Mulher Mãe é Lutadora!
 
 
Qual a diferença entre a Mulher e a Mulher Mãe?
 
A Mulher sonha para ela e luta para ela .
 
A Mulher Mãe sonha para ela e para os seus filhos!
 
A mulher Mãe nunca pára de lutar para dar o melhor aos seus filhos.
 
 
Mas…
 
 
Muitas, são as vezes em que as Mulheres Mães são impedidas de sonhar, são acusadas, simplesmente por quererem sonhar.
 
Quantas são as mulheres que por receio de perder os seus empregos, não reclamam os seus direitos, vivem prisioneiras, não têm filhos, vão adiando os seus propósitos de vida …vão deixando de viver os seus sonhosVão Deixando de VIVER.
 
Entidades patronais, patrões, líderes, chefes que não querem ver as Mulheres Mães a Sonhar, e não só as Mulheres Mães, também as Mulheres no geral... todas nós Mulheres Preciosas, temos o direito à Liberdade!
 
 
Falo por experiência própria, sou mãe de 3 filhos, eles mudaram a minha vida, não sou simplesmente a Mulher Sonhadora, sou a Mulher Mãe Sonhadora.
 
 
Hoje deixo um desafio, para toda a Mulher Sonhadora:
 
 
Tire 10 minutos do seu dia...10 minutos, e veja se está prisioneira, se está a realizar os seus sonhos, medite, e depois tome as atitudes necessárias para ser Livre!
 
Não deixe que ninguém controle a sua vida, como se fosse um robot comandado à distância, arranque o comando com toda a sua Força e Fé e, não o largue nunca mais.
 
Imaginem as crianças quando estão com o comando da televisão na mão, na hora de ver os bonecos favoritos, ou os nossos maridos, ou pais quando estão com o comando a ver futebol...é assim que tem que ser!
 
Não deixe que ninguém pense por si, dê valor aos seus quereres, às suas vontades, a Vida é Sua...
 
Não deixe ninguém escrever a História da sua Vida!
 
 
Não fique calada quando as coisas estiverem erradas, seja justa e exija justiça!
 
 
 
Hoje vou-vos contar um pouco da minha história profissional, " Retalhos da vida de uma Farmacêutica", só um cheirinho  :)
 
 
Há quase 22 anos atrás, quando tive a minha segunda filha, entendi que tinha que a amamentar .
 
Afinal, como farmacêutica, aconselhava todas as mães a amamentarem os seus filhos, mas, quando chegou a minha vez, não foi bem aceite pela minha entidade patronal, fui "convidada" a sair da farmácia para ir para casa cuidar da minha criança, não aceitei, também por lei não podia ser despedida.
 
A minha colega de profissão, nas nossas conversas de trabalho, dizia-me sempre:
 
Temos que incentivar as mães a amamentar, faz bem ao bebé, faz bem à mãe, o leite está sempre pronto e quentinho, elas poupam bastante pois não têm que comprar leite, e todas as outras vantagens que tem a amamentação.
 
Mas… a minha colega de profissão era a minha patroa, e quando chegou a minha vez, eu era simplesmente a empregada que não se podia dar ao luxo de amamentar a sua filha.
 
E, um dia fui chamada ao escritório para ouvir o seguinte:
 
“Sabes, Fernanda, nunca nos demos mal, não é agora que nos vamos desentender. Vais para casa tratar da tua filha, eu pago-te uma boa indemnização, assim podes amamentar o tempo que quiseres…”
 
A minha resposta foi:
 
“Não, Maria …, eu vou amamentar a minha filha, e vou continuar a trabalhar, só preciso das 2 horas a que tenho direito”
 
Como não aceitei deixar de trabalhar, afinal o que eu queria era simplesmente amamentar a minha criança, fui humilhada, fui colocada de parte, deixei de ter acesso a certos programas de trabalho, ouvi dizer que já não servia para trabalhar, tudo pelo simples facto de querer 2 horas a que tinha direito…
 
Ao fim de 9 meses, depois de passar uma noite de sexta feira no hospital com a minha filha, aquelas doenças normais das crianças, liguei às 8 da manhã de sábado, a avisar que não estava em condições de ir trabalhar...estava simplesmente arrasada, e não tinha condições de ir aviar receitas, a minha consciência não me deixava ir trabalhar naquelas condições, todo o cuidado é pouco quando se trata de medicamentos, uma troca pode ser fatal para o doente. 
 
Do outro lado da linha ouvi:
 
” Eu bem digo que já não serves para trabalhar para mim! “
 
Ao qual eu respondi:
 
“Aquela proposta que me fez ainda está de pé?”
 
Claro que ela disse que sim, não queria uma Mulher Mãe a trabalhar na farmácia dela…
 
Recebi tudo a que tinha direito financeiramente, já só lá voltei para ir buscar a minha bata, mas ficou-me a dever o Direito de Ser Mãe Sonhadora, e poder trabalhar ao mesmo tempo.
 
 
Hoje aconselho a todas as mães, a lutarem pelos seus sonhos, e acima de tudo fazerem o máximo  pelos seus filhos. O tempo passa depressa e, quando damos conta eles cresceram…
 
Já numa outra farmácia, aonde trabalhei durante quase 10 anos, eu levava as minhas filhas para o colégio logo cedo, passava o dia a trabalhar e, elas eram as últimas a sair …eu dizia que levava a minha “mercadoria” de manhã, e ia buscar à noite… dei a minha prestação da melhor forma possível ao meu trabalho, mas fiquei grávida do meu terceiro filho.
 
 
No dia que fiz o meu teste de gravidez, a colega que estava ao meu lado disse:
 
” Xiiiii doutora, danou-se…agora tem que ir dizer ao homem que está grávida.”
 
O homem era o meu director técnico, que perguntava às mulheres que iam para lá trabalhar se queriam ter mais filhos.
 
Tinha feito essa pergunta a mim e a essa minha colega...
 
E agora???
 
Lá vou eu, não sei quantos dias depois, bater à porta do escritório, a que eu chamo de "confessionário", aonde estava o homem, dizer que estava à espera de uma criança.
 
Para minha grande surpresa foi-me feita a seguinte pergunta:
 
” Vai tirar, não vai? Vai ter a criança?”
 
Estou bem acordada, ou estou a sonhar, pensei eu.
 
Logo respondi:
 
Não vou tirar….vou ter o meu filho.
 
 
Isso lá são maneiras de falar para uma Mulher Mãe Sonhadora?
 
 
Com 40 anos, com um útero miomatoso, com 3 miomas enormes, com uma gravidez de alto risco, passei 6 meses deitada numa cama, quase que perdi a minha criança, estive internada…mas com muita fé, muita paciência, com dores durante 9 meses, tudo suportei com amor, pois tinha a certeza que tudo ia acabar bem…nasceu o meu Moisés.
 
Mas o sonho de ter o meu rapaz, coisa boa, a minha felicidade, foi-me cobrada durante meses e meses depois de voltar ao trabalho
 
Parecia que eu tinha cometido um crime por ter estado de baixa…
 
Começou mais uma luta, tarefas que eram feitas por mim, como farmacêutica adjunta, estavam “trancadas”, deixei de ter acesso ao programa todo…
 
Masssssssssssssssssss…espera lá , eu estava a viver o mesmo, parecia mentira, depois de tantos anos, a passar exatamente pela mesma situação.
 
 
Sou Mulher, sou Mãe Sonhadora!!!
 
Deixem-me Sonhar!!!
 
 
Um dia fui chamada ao escritório...o tal "confessionário",  era normal ser chamada para receber o ordenado, para se falar de trabalho…com o homem, o meu director técnico, o Dr. fulano.
 
Mas, naquela manhã entrei no escritório e encontrei um homem alto, engravatado, nunca o tinha visto…a farmácia não tinha sido vendida…
 
Por uns segundos perguntei-me quem seria aquela figura, em pé à minha espera.
 
Fui recebida assim:
 
” É a Sra. Dra. Fernanda? Tem 3 filhos, não tem? “
 
Hum!!!
 
Eu nem imaginava o que me esperava.
 
O senhor, manda-me sentar, e faz-me uma proposta:
 
” Estou aqui da parte do Dr. fulano, para lhe fazer uma proposta muito boa, com os anos de serviço que tem recebe uma boa quantia, e vai poder cuidar melhor do seu filho mais novo “
 
BOMBA!!!
 
Outra vez???
 
Depois de 3 meses de negociações entre advogados, porque afinal o valor não era tão justo assim, mandei dar uma volta à justiça, e aceitei o que me queriam dar …afinal eu era a tal Mulher Mãe Sonhadora que tinha 3 filhos e, precisava de estar muito bem de saúde , sem pressão, sem stress…
 
Nunca gostei de Pressão, nunca gostei de Stress...ainda hoje não gosto!
 
 
Vim para casa e, resolvi que não queria ser mais empregada de ninguém, e depois?
 
Depois vieram outras histórias...
 
 
 Sonhe e Lute para Alcançar os seus Objectivos..não deixe ninguém comandar a sua Vida...afinal ela é Sua, não?
 
 
O Livro da Vida é tão precioso :)
 
 
Concorda?
 
Deixe o seu comentário!