Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FarmacyCoach

Bem-Vindo ao meu Blog de Dicas de Saúde e Qualidade de Vida!

Menopausa com Boa Qualidade de Vida!

 

menopausa-precoce.jpg

 

Quando ocorre a menopausa?

Quais as medidas naturais para uma menopausa com Boa qualidade de Vida?

As respostas a estas perguntas serão aqui tratadas de uma forma muito simples e objetiva.

 

A menopausa ocorre habitualmente entre os 45 e os 55 anos, devendo ser encarada como uma etapa natural da vida da mulher.

O que acontece nesta fase da vida da mulher é que há a cessação total da função ovárica, ou seja, à última menstruação espontânea da mulher. Até a menopausa propriamente dita se instalar, existe uma diminuição progressiva da produção de hormonas sexuais femininas, estrogénios e progesterona, que leva à irregularidade das menstruações.

 

 

E quando é que a mulher está, realmente  na menopausa? 

Isto acontece quando a mulher passa um ano sem menstruação.

 

Vejamos então o que acontece:

A queda progressiva dos estrogénios manifesta-se através de sintomas desagradáveis, que não se revelam obrigatoriamente de forma igual em todas as mulheres, mas que afetam significativamente a sua Qualidade de Vida e o seu Bem-Estar.

 

Quais os sintomas mais frequentes na menopausa?

Os mais comuns são: afrontamentos, suores noturnos, perturbações do sono, secura da pele e mucosas (nomeadamente a secura vaginal), elevação do pH vaginal e alterações da flora, irritabilidade, stress e ainda cansaço e fadiga.

 

 

Com a carência das hormonas sexuais femininas, começam a existir, a longo prazo, patologias associadas, que podem ter um impacto negativo na vida da mulher, como a perda de massa óssea e potencial risco de osteoporose, alterações no perfil lipídico, aumento de peso, maior propensão para alterações cardiovasculares, atrofia do trato geniturinário, entre outras.

 

Quais as medidas naturais para uma menopausa com Boa Qualidade de Vida?

 

Existem várias medidas que podem ser adotadas, após aconselhamento junto do médico ou farmacêutico, que ajudam a reduzir os sintomas e a prevenir as patologias associadas à diminuição hormonal, melhorando o bem-estar da mulher e, sobretudo, proporcionando-lhe Qualidade de Vida durante esta fase, que dura cerca de 1/3 da sua vida.

 

   Alimentação Saudável 

 

A vitamina C, bem como os bioflavonoides, estão muito presentes em diversos legumes e frutas. Ambos os ingredientes podem reduzir ativamente as desagradáveis ocorrências de ondas de calor.

Os bioflavonoides são geralmente encontrados em frutas que são ricas em vitamina C e podem interferir na queda acentuada da produção das hormonas no corpo da mulher para que a mesma não cesse repentinamente.

As vitaminas A, C e Vitamina E estão entre as vitaminas naturais que podem melhorar a condição da mulher.

De salientar que os produtos hortícolas, frutas, cereais integrais e legumes fornecem vitaminas e minerais essenciais, antioxidantes, fibras e compostos que podem reduzir o risco de cancro e doenças do coração, e melhorar a saúde geral. Em particular, prefira os brócolos, couves de Bruxelas, couve-flor e repolho, porque estes vegetais contêm compostos que ajudam as hormonas a serem processadas pelo fígado, ao mesmo tempo que reduz o risco de cancro da mama.

 

Os alimentos de soja (tofu, leite de soja, feijão de soja, tempeh e grãos de soja) contêm isoflavonas (estrogénios à base de plantas), que ajudam a minimizar os sintomas da menopausa, oferecem protecção contra o cancro da mama e melhoram a saúde dos ossos. Aponte para duas porções desses alimentos por dia. Podem decorrer várias semanas até notar alguns benefícios.

 

 A linhaça é uma fonte rica em fibras, que promove a regularidade do intestino e reduz o risco de cancro do cólon e da mama e reduz o colesterol. Também contém lignanas (outra forma de fitoestrogénio), que pode ajudar a equilibrar os estrogénios e a reduzir os sintomas da menopausa.

 

Os peixes, nozes e sementes contêm ácidos gordos essenciais que são importantes para o coração e para a saúde da pele.

 

 Assim como há os alimentos que devem ser introduzidos com mais regularidade, também há os alimentos a evitar:

• Álcool, cafeína e alimentos picantes podem piorar os calores súbitos;

• As gorduras saturadas (carne vermelha) e gorduras transformadas (alimentos processados​​, fritos e fast food) aumentam o risco de doença cardíaca.

 

  Mudança de Estilo de Vida  

 

  • Saber gerir o Stress

O stress pode tornar os sintomas da menopausa mais pronunciados e afectar a função da glândula adrenal, reduzindo a produção de hormonas, saí haver necessidade de saber gerir o stress.

A meditação, o yoga e as técnicas de respiração podem ajudar a reduzir o stress. A massagem e a acupunctura promovem o relaxamento, e diversos estudos têm demonstrado que a acupunctura pode reduzir os calores súbitos;

 

  • Praticar Exercício Físico 

Os estudos têm demonstrado que o exercício regular reduz a frequência e a gravidade dos afrontamentos. Também melhora o humor e o sono, protege contra doenças cardíacas, e as actividades de levantamento de pesos fortalecem os ossos.

 

  • Não Fumar

Fumar pode piorar os afrontamentos e os sintomas de ansiedade, irritabilidade e depressão.

 

  • Ter atenção à Roupa 

Vestir diferentes camadas de roupa é uma boa estratégia, deste modo, podem-se tirar algumas peças quando sentir calores súbitos.

 

  •  O Riso é um bom remédio

Assista a filmes engraçados, vá a espectáculos de comédia e passe tempo com pessoas que a façam rir e sentir-se feliz.

 

Para quase todas as mulheres, o alívio dos sintomas pode também, ser conseguido através do uso de compostos botanicos e calmantes naturais, extraídos sobretudo de ervas que contém fitoestrógenos, substâncias que podem proporcionar um reequilíbrio hormonal.

 

 

É muito importante que a mulher encontre uma Solução que lhe permita aliviar os sintomas mais desconfortáveis e mais imediatos (afrontamentos e suores noturnos), bem como proteger-se contra as patologias a longo prazo (como a perda de massa óssea e alterações cardiovasculares), e que possibilite que se sinta bem e Viva da Melhor maneira esta fase da sua Vida!

 

A visita ao médico é impriscindível para juntos tomarem as medidas necessárias, incluindo se há necessidade do uso da Terapia de Substituição Hormonal, uma medida com muitas controvérsias devido aos seus efeitos secundários.

 

 

 Tenha uma boa qualidade de vida!

 

 

 Partilhe Este Artigo! Espalhe Vida!
 

 

 

Fernanda Tavares

Farmacêutica

Health Coach