Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

FarmacyCoach

Bem-Vindo ao meu Blog de Dicas de Saúde e Qualidade de Vida!

Como Ter Um Coração Saudável !

Como ter um Coracao_Saudavel.jpg

 

Com as estatísticas assustadoras em relação a doenças cardiovasculares, a questão de como ter um coração saudável é  muito frequente. Pensando nisso aqui ficam hoje, algumas dicas: 

 

1- Fazer uma Alimentaçao Saudável

   

A escolha ideal passa pelos alimentos ricos em fibra, fruta, vegetais e proteínas magras. Evitar o sal,  o alcool e o açucar.

 

Diversos estudos identificam uma relação entre o consumo excessivo de álcool e o aparecimento de problemas cardiovasculares, pelo que deve moderar a sua ingestão.

 

A ingestão de açúcares refinados, que se encontram em abundância nos refrigerantes, sobremesas e outros doces, levam ao aumento dos níveis de açúcar no sangue e são prejudiciais para os nossos órgãos vitais.

 

Hábitos saudáveis ajudam a diminuir fatores de risco implicados nos problemas cardíacos, como o colesterol elevado, hipertensão arterial e excesso de peso. Algumas alterações diárias podem fazer a diferença na prevenção de doenças cardíacas.

 

Uma alimentação rica em gorduras saturadas como a carne, manteiga, queijos,  ou doces, pobre em fibras, é muitas vezes a causa de desequilíbrios lipídicos favorecendo os riscos cardio-vasculares. É impriscindível aumentar o aporte de gordura saudável, como ómega 3 ( peixe ou suplementos).

 

 

O ideal é dar ao organismo um aporte de alimentos vegetais que contêm fitoesteróis e muitas fibras,  que diminuem a absorção intestinal dos lipidos e do colesterol.

 

Para  proteger as veias dos radicais livres, convém aumentar o consumo de minerais e vitaminas protectoras do stress oxidativo, (Se, Cu, Mn, Vit. C e E).

 

 

2- Praticar Exercício Físico

 

Para um coração, e todo o sistema cardio- respiratório saudável, não é preciso muito tempo de exercício, bastam apenas 30 minutos de atividade física moderada, 5 vezes por semana, para se diminuir o risco de doenças cardiovasculares e de diabetes.

A tonificação muscular é essencial para o tónus vascular: caminhada, natação e bicicleta são uma boa opção.

 

 

3- Manter o peso adequado e a cintura abdominal dentro dos limites 

 

A gordura e, em especial, a gordura abdominal, considerada a mais perigosa, aumenta o risco de colesterol elevado, hipertensão e diabetes. 

Muitos são os estudos que demonstraram, que a obesidade agrava os problemas cardíacos, devido ao esforço a que se submete o coração.

 

 

4- Deixar de Fumar

 

Fumar provoca danos em todo o sistema circulatório, aumenta o risco de doença coronária (provoca a redução do calibre das artérias coronárias), endurecimento das artérias, coágulos no sangue e aneurismas.

 

 

5- Controlar o Stress

 

O stress em excesso afeta o coração. A tendência para sofrer um ataque cardíaco em momentos de stress aumenta, uma vez que aumenta também o ritmo cardíaco e a pressão arterial. Quando isto sucede, o coração necessita de mais oxigénio.

A respiração profunda 3 vezes por dia e a meditação são formas eficazes de controlar o stress

 

 

6- Prevenir a hipertensão 

 

A hipertensão, uma doença silenciosa, aumenta o risco de insuficiência cardíaca, AVC, enfarte do miocárdio e lesões nos rins.

A pratica de exercício físico também ajuda a baixar a tensão arterial, assim como a diminuição do consumo de sal. A medição da tensão arterial deve ser feita com uma certa regularidade.

 

 

7- Controlar o colesterol e os triglicéridos

 

Apesar de ser necessário para o nosso organismo, pois desempenha várias funções vitais, quando existe em excesso no sangue, o colesterol aumenta o risco de doença coronária. Para o seu controle, para além de uma boa alimentação aconselha-se a toma de Suplementos com Ómega 3. 

 

 

 

Pelo menos uma vez por ano deve ser feita uma visita ao médico, para medição de parametros importantes, e exames médicos preventivos. Isto é especialmente importante para pessoas com fatores de risco e antecedentes familiares de doença cardíaca, hipertensão, colesterol, diabetes, obesidade e tabagismo.

 

 

 

Curiosamente um estudo conduzido pela American Heart Association (AHA) apurou que os adeptos de hábitos cardiovasculares saudáveis tinham uma probabilidade 38% menor de vir a ter cancro. Interessante...



 

Newsletter nos artigos.jpg

 

 Partilhe!